NoIndex Link

Mama África

0

Padrões étnicos, tons terrosos, texturas naturais e desenhos tribais que lembram tatuagem sobre a pele demarcam a presença africana no design, trazendo um quê de excentricidade e misticismo para reafirmar a herança viva de uma cultura que se faz cada vez mais forte em todo o mundo. Assim, com um mix de história e arte, nomes da contemporaneidade cultuam a África – mãe de toda a civilização -, apresentando criações que exaltam a beleza plural do continente.

BELEZA TRIBAL

1. Máscara com função de Cabide, o Ooga Booga tem design de Bertjan Pot para a Moustache;

2. O Bench é um banco com compartimentos secretos que compõe a coleção Kassena de móveis tatuados, por Dokter and Misses

3. A coleção de caixinhas Dose é assinada por Hedwig Bollhagen, considerada a ceramista alemã mais influente da modernidade

4. O espelho Eos, de Ben & Aja Blanc, faz reverência à deusa grega titular do amanhecer e brinca com o conceito de objetos decorativos e funcionais

5. Com base de noz e assento de couro tawny, o banco Roi Stool faz parte da coleção Particulière, desenvolvida por Christophe Delcourt.

PLURALIZE

6. As bandejas da coleção Deco Noir trazem padrões geométricos criados a partir de conchas naturais pela L’Objet

7. A coleção Kassena, da Dokter and Misses, é inspirada nas estruturas pintadas à mão que remetem a uma tatuagem do povo que vive na região de Tiébélé, na fronteira do Gana e do Burkina Faso

8. A coleção Tokyo Tribal, do estúdio Nendo para a Indústry+, usa carvalho sólido para os quadros principais e gesso de areia vulcânica para os acabamentos de bordo superior, em combinação com bambu, rattan e tecidos feitos à mão por artesãos locais nas Filipinas

9. Pufe Trianglehex strawberry high, da coleção Triangles, de Bertjan Pot para a Golran 1898

10. Por Baptiste Ymonet & Vincent Jousseaume, do Atelier Polyhedre, o vaso Traverse faz parte da coleção Glissement, de Terrain Faïence

SAFÁRI URBANO

11. Com bambu entrelaçado e apelo para a arte popular, a lâmpada Gabbia é assinada pelo designer português Rui Pereira para Indústry+

12. Travesseiros com seda pura tecidos à mão, da design alemã Anja Klettner;

13. Mesas que compõem a coleção Tokyo Tribal produzida artesanalmente em carvalho sólido e gesso de areia vulcânica para os acabamentos de bordo superior, em combinação com rattan e tecidos à mão, do estúdio Nendo para Industry+

14. A elegância do Sofá Méridienne Ana em veludo, do designer Francês Christophe Delcourt

15. A parceria da Dokter and Misses com tecelões da Gone Rural resultou no sistema Soldier Screen, produzido com aço delgado e sisal, que permite dividir os ambientes. Quando unidas, as peças criam partições lineares ou curvas, originando um único painel autônomo, que insere um traçado gráfico forte ao espaço

A ÁFRICA É POP

16. A mesa de apoio produzida com carvalho branco sólido criado por Ben & Aja Blanc destaca a beleza natural da madeira

17. Mesa produzida com madeira Zebrano pelo designer Christophe Delcourt;

18. Cadeira da coleção Tokyo Tribal para Industry+, tecida pelo estúdio Nendo em parceria com artesões das Filipinas

19. A beleza gráfica das cerâmicas criadas por Hedwig Bollhagen, a grande Dama do Bauhaus

20. A coleção modular Play Play combinou o mobiliário contemporâneo do De Steyl com os padrões gráficos Rossouw, impressos diretamente na madeira crua. Isto evoluiu para o sistema de caixas de armazenamento empilhável ​​para a casa ou escritório. As peças misturam impressões em negrito com blocos de cores e madeira natural, do designer Deánne Viljoen.

 

Compartilhe.

Deixe Uma Resposta