Destaque do Salão Internacional do Móvel de Milão 2018

O Salão Internacional do Móvel de Milão, principal feira de decoração do mundo, reuniu 2350 expositores na sua 57ª edição para apresentar as inovações, tecnologias e tendências do cenário criativo. Grandes marcas internacionais – este ano, foram 800 expositores estrangeiros – trouxeram mobiliários de desenhos esculturais, dinâmicos e surpreendentes, quase sempre inspirados nas cores, texturas e formas da natureza. As peças abrangem releituras e exclusividades que vão do clássico ao contemporâneo, além do olhar apurado para o futurismo. Nossa seleção apresenta 20 peças que refletem o conceito e a pluralidade do evento.

 

Elementos da natureza

A inspiração na natureza marca os dois catálogos apresentados pela Sitap em 2018, alinhados à filosofia de respeito ao meio ambiente. Para receber os visitantes, um tapete de quase 10 m² que remete à aparência de um escaravelho criou atmosfera exótica ao stand, evocando brilho e mistério. A peça Scarabeo chamou a atenção pelas formas do inseto em 75 tons diferentes de cor, capazes de reproduzir o efeito cintiliante do animal. Após seis meses de estudo e esboços, as italianas alcançaram um efeito fiel ao isento em um formato maxi, de 240×400 cm, buscando estilizar geometricamente o tapete. O objeto em seda foi desenhado por Emma Scolari e Zuzanna Niespor, feito à mão na Índia.

Tapete Scarabeo desenhado por Emma Scolari e Zuzanna Niespor para Sitap .

 

Formas experimentais

A italiana DeCastelli, marca que se destaca pela experimentação em metais e artesanato aperfeiçoado, trouxe para o Salão do Móvel em Milão acabamentos sofisticados e muita originalidade. Um exemplo é o armário Yoroi, com estrutura em carvalho natural revestida por lâminas de ferro e cobre, evocando uma aparência preciosa. Assinada por Alessandro Masturzo, a peça inspirada na armadura de samurais imprime formas lineares sobrepostas que se encaixam harmoniosamente, criando um móvel escultural. A funcionalidade revela-se na grande gaveta frontal, e duas gavetas ocultas com abertura inclinada e duas portas laterais em forma curva. Yoroi reflete com perfeição o perfil da marca, capaz de combinar a elegância e simplicidade em um estilo inigualável.

Armário Yoroi assinado por Alessandro Masturzo para DeCastelli.

 

Paixão nômade

A coleção Objets Nomades da grife de luxo Louis Vuitton vem apresentando uma série de móveis e objetos inspirados no universo das viagens, com a assinatura de grandes nomes do design mundial. Este ano, a marca apresentou no majestoso Palazzo Bucconi, além de algumas já conhecidas, a coleção inédita “Les Petites Nomades” de objetos de decoração, trazendo uma criação de Marcel Wandres e um novo objeto assinado por André Fu. O sofá Ribbon Dance faz alusão a tradicional dança oriental, inclusive no nome. A peça desafia a forma de um móvel como se fosse uma fita em movimento, com um assento duplo em couro e estrutura curva formando o símbolo do infinito. As linhas sedutoras e convidativas proporcionam uma agradável experiência de pausa no cotidiano para o diálogo e o relax. O resultado do ousado objeto é graça, equilíbrio, harmonia, fluidez e muita elegância.

Sofá Ribbon assinado por André Fu para Louis Vuitton.

 

Linhas em movimento

Nessa edição do Salão do Móvel de Milão, a parceria entre a marca italiana de mármores Citco e o escritório Zaha Hadid Design resultou na mesa lateral Malea. A peça escultural apresenta linhas orgânicas inspiradas no formato espiral das conchas do mar, um verdadeiro ícone do conceito de valorização do movimento das formas. O objeto combina a estabilidade do aspecto sólido de dois elementos intertravados esculpidos em um bloco de ônix e um componente em acrílico transparente, que explora o visual complexo e impactante das refrações da luz. O caráter translúcido do material amplifica a a experiência sensorial dos usuários, que se envolvem pelos contornos sinuosos em contraponto à dureza da pedra. Assim, Malea representa uma evolução do processo criativo do ZHD, que está cada vez mais focado em explorar formas em movimento sem comprometer a funcionalidade e a ergonomia.

Mesa lateral Malea, resultado da parceria entre a marca italiana Citco e o escritório Zaha Hadid Design.

 

Materiais puros

A italiana Altreforme celebrou uma década de colaborações exclusivas e móveis icônicos. Para coroar esse momento, a marca reuniu cinco jovens designers italianos para produzir os dez objetos da coleção comemorativa Raw&Rainbow, expostos na prestigiada galeria Rossana Orlandi. As peças propõem a dicotomia entre tecnologia industrial aplicada à fantasia e irreverência da cultura pop, ambas, porém, realçando uma matéria-prima extremamente versátil: o alumínio. O projeto realça sensibilidades opostas de um mesmo material, sendo sempre fiel à sua natureza reciclável, leve e resistente. Um bom exemplo é Bruto, uma das atrações do fuorisalone que exalta o caráter puro e essencialista do alumínio num design futurista, que brilha aos olhos pela essência de uma verdadeira obra de arte. O objeto assinado por Serena Confalonieri evoca a potencialidade expressiva desse material, inclusive na sua forma mais crua, além de explorar o compromisso social com a sustentabilidade, abrindo portas para a temática da reciclagem.

Móvel Bruto assinado por Serena Confalonieri para Altreforme.

 

Efeito dinâmico

A Natuzzi Italia escolheu como temática central na edição 2018 do Salão do Móvel de Milão uma homenagem à natureza aliada ao que há de mais tecnológico. Com esse conceito, a marca lançou a escultural mesa Torsion, assinada por Mário Bellini, com tampo redondo em vidro espesso extraclaro de dois metros de diâmetro, sustentado por uma trama de seis pétalas de madeira maciça de oliveiras italianas – espécie bastante resistente que simboliza a região de origem da companhia. O desenho sinuoso da peça dá vida a um movimento dinâmico, combinando vigor e leveza de maneira equilibrada. Outra novidade da grife são as coleções Agronomist e Oceanographer, do designer holandês Marcel Wanders, que incluem sofás, poltronas, cadeiras, mesas e acessórios.

Mesa Torsion assinada por Mário Bellini para Natuzzi Italia.

 

Pop & Comfort

A reconhecida colaboração dos irmãos Campana com a marca italiana Edra completa 20 anos, em 2018. Para celebrar essa trajetória, a dupla criou dois novos produtos lançados nesta edição do Salão do Móvel de Milão. A poltrona SADE possui proporções bastante generosas e privilegia o conforto acima de tudo. A peça é caracterizada pela convidativa manta estofada em veludo acolchoado disponível em seis cores diferentes, emoldurada por tiras de couro preto, com estrutura em metal pintado. Um desenho que simboliza bem a pegada irreverente e extremamente original do trabalho produzido pelos brasileiros. Eles ainda lançaram a Blue Velvet, uma outra poltrona com armação em madeira ebanizada e assento e encosto extremamente confortáveis revestidos em veludo azul.

Poltrona SADE dos irmãos Campana com a marca italiana Edra.

 

Geometria instigante

A nova coleção da italiana Fratelli Boffi inspirada no estilo Art Déco encantou pelo efeito de glamour teatral. O mobiliário clássico ganha superfícies brilhantes, cores marcantes e texturas delicadas, mantendo a excelência da carpintaria da empresa. Em harmonia com o conceito proposto pela marca, a cadeira Lui5 retornou ao Salão do Móvel 2018 atualizada por uma roupagem que exala elegância e fascínio. O projeto original lançado em 2009 tem estrutura de madeira Mogno e assento em palhinha numa demonstração mais tradicional do mobiliário do início do século XX. Agora, o designer suíço Philippe Bestenheider  investiu num estofado em veludo azul sedutor para guardar o jogo geométrico do desenho pentagonal de aparência atraente e futurista.

Cadeira Lui5 assinada pelo designer suíço Philippe Bestenheider para Fratelli Boffi.

 

Estética futurista

Celebrar a paixão pela madeira foi o conceito escolhido pela italiana Porada para comemorar os 70 anos da marca. A ideia é transformar o mais clássico dos elementos naturais em arte, seja por meio de processos artesanais seja por técnicas industriais. Com essa proposta, a designer Andrea Borgogni criou a poltrona Gargantua, apresentada ao público no Salão do Móvel de Milão. A peça tem estrutura em Nogueira com traços curvilíneos e formas que fogem do lugar comum, além de um estofado com opções de revestimento em veludo ou couro. O desenho icônico faz alusão a uma nave espacial, conferindo um aspecto futurista ao mobiliário, que mescla materiais naturais e sofisticados em plena sintonia. O encosto para os pés, na mesma linguagem estética, complementa a vocação para o conforto do produto.

Poltrona Gargantua design de Andrea Borgogni para Porada.

 

Artesania conceitual

Em sua 6ª participação no Salão do Móvel de Milão 2018, a A Lot Of Brasil apresentou mais de 20 produtos desenvolvidos em parceria com grandes nomes do design mundial. Única indústria brasileira a expor dentro do cobiçado pavilhão 20, a A Lot Of permanece fiel às suas raízes, levando a brasilidade para um nível global. Nesta edição, a coleção Tocantins Collection mergulha na cultura do Estado, trazendo cores e texturas inspiradas nas paisagens da região centro-oeste do país. Pedro Franco ainda trouxe peças clássicas em releituras, a exemplo da poltrona Underconstruction, de desenho original em parceria com Christian Ullmann. Inicialmente, contava com versão em grandes pés curvos e era produzida de forma artesanal e conceitual. Em 2018, passou a ser produzida com estética mais requintada, sem perder a essência artesanal no processo industrial. Na nova versão, o tradicional efeito tramado ganha modelo com tiras menores.

Poltrona Underconstruction de Christian Ullmann em parceria com A Lot Of Brasil.

 

Marchetaria híbrida

Neste ano, o designer Ferruccio Laviani assinou a mesa Selene para a italiana Emmemobili, que é conhecida pela busca implacável de elevar seus produtos à perfeição com originalidade. Por trás do móvel moderno de linhas puras está uma pesquisa minuciosa e aprofundada na cultura grega, atendendo ao rigor da marca. Assim, na religião da Grécia Antiga, Selene representa a lua cheia, o círculo perfeito, que influencia a vida com suas fases. É graças à combinação de círculos e semicírculos que surge a coleção de mesas assinada por Laviani, com o intuito de ousar nas formas e descaracterizar o desenho tradicional. A interseção de diferentes formas geométricas e combinação de madeira, metal e vidro aproximam a peça de uma escultura artística, desfazendo o aspecto formal de uma mesa. A base circular também escapa da trivialidade das quatro pernas e ainda ganha elementos angulares, enriquecidos pelo metalizado, que também é o elo central no topo do objeto. A mesa imponente recebe sutileza no seu traço, equilibrando um design forte e, ao mesmo tempo, extremamente delicado.

Mesa Selene assinada pelo designer Ferruccio Laviani para Emmemobili.

 

Clássico atualizado

O projeto original da poltrona Taliesin 1 foi criado em 1949 no home-studio de Frank Lloyd, em Scottsdale, Arizona, atual sede da Fundação Frank Lloyd Wright. A peça tornou-se um emblema da fase madura de produção do arquiteto americano, refletindo soluções mais sofisticadas de mobiliário. Um verdadeiro origami em madeira, o objeto foi fabricado pela italiana Cassina entre 1986 e 1990 a partir de uma única peça de madeira, que evoca a arte japonesa. A poltrona tem componentes angulares e uma estrutura geométrica complexa que garante sua estabilidade, além de cores intensas no estofado de couro de pelo curto. Passados 30 anos, a Cassina revisitou a Taliesin 1, num mix de artesanato e tecnologia de ponta impressas na carpintaria de alta qualidade, enquanto conforto adicional é conferido por um encosto mais reclinado e um enchimento mais espesso.

Poltrona Taliesin assinada pela marca italiana Cassina.

 

Luxo contemporâneo

O trabalho minucioso e artesanal da Boca do Lobo é conhecido por proporcionar uma experiência emocional aos usuários, evocando paixões. Luxo, beleza e exclusividade são valores intrínsecos à marca portuguesa que apresentou, no evento, uma nova cor para a clássica Diamond em comemoração aos dez anos do icônico aparador. O imponente objeto inspirado no mobiliário gótico do período romântico recebe brilho em prata, ganhando título de Diamond Pyrite, e eleva a peça ao máximo do requinte contemporâneo. Duas portas cuidadosamente esculpidas revelam um interior forrado a ouro com prateleiras, gavetas e fecho magnético que permite um manuseio suave e delicado. Por sua vez, a base leva o mesmo banho gold para acentuar o glamour. Um  mobiliário em constante evolução com efeito sedutor que nasceu para ultrapassar os limites do design de vanguarda por suas formas angulares e dinâmicas, inspiradas no pensamento arquitetônico.

Mobiliário Diamond Pyrite por Boca do Lobo.

 

Perspectiva conceitual

Gerrit Thomas Rietveld é um dos representantes máximos do movimento De Stijll, vanguarda artística holandesa do início do século XX conhecida pelo purismo das cores primárias, precisão das formas geométricas e preocupação excessiva com a funcionalidade. Nesta edição, a Cassina homenageou o arquiteto e designer de produto que ainda exerce grande influência no pensamento do design mundial, com uma releitura da cadeira Beugel Stoel, projetada em 1927 para a loja holandesa Metz & Co. A peça é um exemplo perfeito da atitude experimental de Rietveld e de sua busca pela separação dos elementos construtivos. Versátil e funcional, o projeto original conta com duas estruturas idênticas de aço nas laterais que sustentam o assento. O perfil é definido pela elegante curvatura do corpo que percorre a parte superior do encosto e, hoje, possui uma linha mais ergonômica. A estrutura de metal também foi repensada para ganhar formas ultrafinas, sendo produzida pela primeira vez em linha industrial.

Cadeira Gerrit Reitveld por Cassina.

Inspiração naturalista e oriental

A Jumbo Collection, marca italiana reconhecida internacionalmente pela criação de mobiliário de luxo em estilo clássico, investiu em uma produção artesanal, pesquisa contínua e inovação em design para a concepção das peças lançadas no Salão do Móvel 2018. Desta forma, o console Shinto surge com um charme exótico e uma forte referência à decoração típica do Extremo Oriente que se transforma em um elemento sofisticado de inspiração clássica. Com linhas irregulares que sugerem inspiração naturalista, a Shinto combina latão, madeira e um bloco escultural de ônix cinza adornado. A composição imponente é trabalhada interna e externamente em relevo enriquecido por decoração de folhas de bambu estilizadas, tudo para criar uma significativa contraposição com o bloco em ônix cinza claro. Uma peça cenográfica de valor estético apurado e combinações refinadas para elevar os ambientes.

Console Shinto assinado pela marca italiana Jumbo Collection.

Influência pop art

A italiana Seletti evoca a cultura pop art, enfatizando o excêntrico e o contemporâneo em estampas engraçadas e contrastes de cores vibrantes nas peças da incomun coleção Seletti Wears Toiletpaper. Pratos, canecas, toalhas de mesa, tigelas, copos, bules… A infinidade de objetos e utensílios domésticos ganham, nesta edição do Salão de Móvel, o complemento de sofás, pufes, cadeiras e poltronas. As novas peças apresentam imagens icônicas tiradas da Toiletpaper Magazine, a publicação de fotografia fundada por Maurizio Cattelan e Pierpaolo Ferrari. Uma delas, o sofá Snakes, tem formas suaves que remontam aos modelos da década de 1950, revestido de uma superfície original de tecido de padronagem surrealista e cênica, além de base em latão.

Sofá Snakes da italiana Seletti.

Referência étnica

Referências étnicas também foram destaque no Salão do Móvel 2018. Um exemplo é a poltrona outdoor Serku, que faz uma referência aos papagaios, significado da palavra em um dialeto africano. A peça aposta em uma combinação de cores vibrantes que homenageia o animal, de Sebastian Harkner para a Moroso. O estofamento de fios de polietileno feito à mão se unem à forma ondulada particular da borda traseira e dos braços, trazendo ao objeto a aparência do pássaro tropical. Uma almofada opcional, sob demanda, acrescenta conforto e suavidade. Formas e cores aplicadas ao design para exaltar as marcas culturais dos povos africanos.

Poltrona outdoor Serku de Sebastian Harkner para a Moroso.

Mármore geométrico

O tema da nova gama de móveis e acessórios da Visionnaire é “Breath”, que significa “respirar”, em português. Inspirada na ideia de espaços meditativos, a coleção utiliza materiais naturais, incluindo madeira, pedra, mármore, ráfia e bambu. Para 2018, a marca trouxe a assinatura dos renomados designers Roberto Lazzeroni, Marco Piva e Armando Bruno, além dos ex-colaboradores Alessandro La Spada, Mauro Lipparini e Giuseppe Viganò, entre outros. Uma das peças de destaque é a mesa de jantar Jason, de Lazzeroni, com três tipos de mármore dispostos em um padrão geometrico que produz efeito irreverente e, ao mesmo tempo, sofisticado.

Mesa de jantar Jason, de Lazzeroni, para Visionnaire.

Camadas e texturas

Para exaltar a força e sofisticação do mármore, a Arketipo lançou a Final Cut, uma mesa lateral de alta qualidade com geometrias surpreendentes. As formas elegantes da superfície se sobrepõem em um jogo de camadas texturizadas, nas quais vidro, mármore e metal proporcionam diferentes alturas. O movimento rotativo da superfície permite uma ampla gama de usos, refletindo a ideia de um estilo de vida dinâmico e ativo. Um design moderno, inovador, mas que não abre mão da beleza requintada.

Mesa lateral Final Cut lançada por Arketipo.

Desenho sedutor

Reconhecida mundialmente por uma estética dramática e design de aura artística, a Koket exibe sete peças inéditas no Salão do Móvel 2018. Os materiais ousados, efeitos metálicos, estampas gráficas e reinterpretações de clássicos anunciam a renovação do estilo da marca de mobiliário de luxo, que ainda assim, manteve a icônica mistura de dourado e preto já consagrada na assinatura de grande parte das criações. Uma das representantes desse conceito já famoso é a mesa Tabu Cocktail, peça que ousou ao trazer um desenho sedutor, com sensuais pernas femininas estendidas na base, que atraem os olhares para o efeito de linhas curvilíneas sob um tampo de vidro supersofisticado. O impacto visual captura olhares dos visitantes e intriga pela evocação do desejo e prazer implícito ao objeto.

Mesa Tabu Cocktail assinada por Koket

 

 

Navegar