Sem categoria

As novidades do design: Highlights Milão 2017

O que há de novo na cena do design mundial? A 56ª edição do Salão do Móvel de Milão, ocorrida entre os dias 4 e 9 de abril, ditou os rumos da decoração para este ano. As mais de 2.700 marcas expositoras, nacionais e internacionais, desfilaram novos conceitos e estilos variados. Do clássico ao design inovador, as peças encheram os olhos de quem visitou o iSaloni 2017. A equipe Ambientes separou alguns highlights do evento. Confira!

 

CONTORNOS SUAVES

Apostar na delicadeza, leveza e contornos suaves foi escolha de diversos nomes no último Salão do Móvel de Milão. A junção destes elementos resultou na perfeita silhueta dos objetos, tornando-os marcantes e agradáveis aos olhos.

1. Banqueta Blossom, Louis Vuitton

TOKUJIN YOSHIOKA

Parte da coleção Objets Nomades, a baqueta Blossom é uma criação de Tokujin Yoshioka para a Louis Vuitton. Sinônimos de elegância, o delicado metal dourado assume a silhueta de uma flor. O objeto também é composto por couro e madeira em sua base.

2. “O”, Moooi

moooi-Large O-shaped rocking chair furniture-canal-chair_dezeen_hero-a

A mostra A Life Extraordinary, da irreverente holandesa Moooi, deu asas à imaginação dos designers. Para a coleção, foram desenvolvidos móveis, tapetes e acessórios inspirado nas cores e texturas de insetos. O gigante assento em formato de “O”, criado por Marcel Wanders, foi um dos destaques.

3. Okome, Nendo

Okome O08 NENDO (2)

Ângulos leves, formas arredondadas, acompanhados por traços curiosos que tornam o puf da japonesa Nendo único e singular. A estrutura é feita de madeira e coberta por estofos, garantindo o conforto e funcionalidade do objeto.

4. 88 Secrets Bar, Nika Zupanc

88-secrets-nika-zumpanc-scarlet-splendour-dezeen-pink-furniture-pinterest-roundups-sq

Projetada pela designer eslovena Nika Zupanc, a coleção 88 Secrets é inspirada nas oitenta e oito constelações do universo. As peças são divididas entre tapete, bar (foto), cadeira, mesa de café, mesa de jantar e aparador. Delicados, os objetos apresentam detalhes tipo fita e remetem a uma caixinha de segredos.

5. Isla, Note Design Studio

isla-note-design-studio-sancal-sq-dezeen-2364

Curvas sedutoras e suaves estofados, proporções generosas e materiais macios. Um lugar para compartilhar com estranhos – cada um em sua individualidade, mas não estando excluídos. O objeto da Sancal, marca líder em desenhos de sofá, em parceria com Note Studio Design, funciona como um refúgio para o cansaço.

6. Assembly Sofa, Diesel Living + Moroso

moroso-diesel-living-assembly-sofa-dezeen-pink-furniture-pinterest-roundups-sq

O contraste entre o veludo e os parafusos industriais aplicados na lateral da peça transformam o Assembly Sofa. Fruto da união entre a italiana Moroso e a marca Diesel, o sofá encanta pelo contraste do veludo no tom rosa soft com acabamentos de aspecto industrial.

7. Bomboca, Irmãos Campana

IRMAOS CAMPANA_bomboca

A coleção “Objets Nomades” da grife de luxo Louis Vuitton formada por 25 objetos, 10 dos quais apresentados pela primeira vez ao público, foi uma das grandes atrações fuorisalone, exibida no majestoso Palazzo Bucconi. Móveis e objetos inspirados no mundo das viagens foram encomendados por grandes nomes do design mundial. Entre as peças, a convidativa e curiosa Bomboca assinada pelos Irmãos Campana que, como de costume, fundiram o tecnológico ao conforto de forma surpreendente. Elaborado com oito acolchoadas almofadas removíveis e uma base rígida de couro, a peça inspirada em uma nuvem, possui traços e influências da pintura “Venus”, de Sandro Botticelli.

8. Ghost, FIAM

01_fiam_ghost_salone-mobile-2017_home_sez

A Ghost, conhecida por sua aparência “fantasmagórica”, quase que invisível, completou 30 anos na última Feira de Móveis de Milão. Produzida inicialmente em 1987 por Cini Boeri, a peça é elaborada em um único bloco de vidro fundido e modelado à alta temperatura. Para a data comemorativa, a Ghost foi relançada pela FIAM, em uma versão em miniatura: Ghost Mini. Feitas com os mesmos elementos, as poltronas de tamanho reduzido também foram decoradas à mão por mais de trinta designers, com pinturas escolhidas por sua criadora.

9. Poltrona Frau

POLTRONA FRAU Chester_Line_10 (2)

Existente em chaise longue e poltrona, a poltrona Frau revitalizou a clássica linha Chester – um dos ícones da marca. O sofá foi atualizado para caber no estilo de vida contemporâneo, mas sem perder a sua essência criada por Renzo Frau. Ousadia e requinte continuam presentes!

 

FAUNA E FLORA

O design traz um toque lúdico e irreverente, explorando animais e outras formas da natureza de maneira surpreendente.

10. Kong, Qeeboo

b_kong-qeeboo-292180-rel4b5e00df

Em forma de luminária de chão, a imagem do King Kong vai invadir a sua casa. Qeeboo resgata o personagem clássico do cinema norte-americano com a peça Kong, idealizada por Stefano Giovannoni. O gorila de polietileno, que ilumina espaços à sua frente com uma lanterna na mão, assume a estatura de um ser humano e chama bastante atenção em cenários decorativos.

11. Killer, Qeeboo

killer-qeeboo-292144-rel3840631c

Junto ao Kong, a coleção de Stefano Giovannoni também apresentou o porta guarda-chuvas Killer, que imita a cabeça de um tubarão metalizada e divertida.

12. Sofá Pack, Edra

EDRA PACK WHITE.resized640 (3)

“Irresistível” é o adjetivo adequado para o sofá Pack, da Edra. Assinado pelo designer Francesco Binfaré, que tem predileção por projetos de silhuetas não usuais, o Pack tem formato de um urso polar e é confortavelmente irresistível ao toque. O tecido, disponível em branco e preto, simula pele animal.

13. Diamond Metamorphis, Boca do Lobo

BOCA DO LOBO diamond-metamorphosis-01

A grife Boca do Lobo trouxe, mais uma vez, um luxo fora do comum! A peça Diamandis Metamorphosis, revestida em laca no exterior e em folhas de ouro no interior, tem formato remetente a um diamante lapidado. Uma verdadeira obra de arte.

14. Concave Metamorphosis, Boca do Lobo

BOCA DO LOBO concave-metamorphosis-01
Boca do Lobo utiliza latão revestido em níquel para produzir o espelho de Metamorfose Côncava. Os insetos também são fundidos a partir de latão, e submetidos a um tratamento químico para acabamento.

15. Metamorphosis Table, Boca do Lobo

BOCA DO LOBO Metamorphosis Center Table (2)

Seguindo o sucesso da coleção Metamorphosis, a Boca do Lobo criou, também, a mesa de centro com o mesmo conceito de requinte.

16. Primates, BOSA

BOSA Primates_Brazza_01A (2)

A marca italiana de cerâmica Bosa lançou a linha Primates, assinada por Elena Salmistraro. Estilizando as formas dos macacos, com texturas diversas e cores vibrantes, a designer milanesa criou vasos que exibem figuras primatas majestosas e imponentes.

17. Yanzi, Neri & Hu

Yanzi_Suspensions_01 jpg

Os designers Neri & Hu brincaram com formas lineares, minimalistas e orgânicas para produzir a Yanzi, luminária em LED. O objeto, produzido para a marca Artemide, exala equilíbrio e tecnologia, além de remeter a imagem de andorinhas pousadas sobre fios elétricos.

18. Eve chandelier oval, Brand van Egmond

brandvanegmond_eve_chandelier_oval_copper finish_EVEOC140CO_studio_whitebackground

Com mais de um metro e meio corrente, dois metros de cabo elástico e luzes que remetem a velas nas pontas de forma orgânica, o lustre Eve Chandelier Oval, da Brand van Egmond, é sinônimo de luxo e inovação.

19. Slamp L’Afrique Tube Lamp, Jane Richards Interiors/Studio Job

Slamp-LAfrique-Tube-Floor-Lamp-by-Studio-Job_1024x1024

Luzes de chão adornadas com traços culturais africanos foram criadas pela Studio Job, em parceria com a marca de iluminação italiana Slamp. Os resquícios tribais, máscaras, serpentes e demais ícones referentes à selva trouxeram fauna e flora para as luminárias da exposição.

 

JAPONENSE

As tendências do Oriente também presenciaram o Salão do Móvel de Milão. Confira abaixo algumas das peças que trouxeram, em detalhes, parte da cultura do local.

20. Ziqqurat, Driade

Ziqqurat_12

A inspiração da Driade veio direto da Mesopotâmia!  Com o tema Revolution, a marca italiana criou o inusitado Ziqqurat: um armário de andares simétricos, interior laminado preto, puxadores de fios em seda, portas e prateleiras removíveis e acabamento externo em estampas florais, listradas ou formas geométricas.

21. Mademoiselle Armoire, Koket

KOKET mademoiselle-armoire-1

Influenciado por traços decorativos franceses, o Mademoiselle Armoire apresenta uma beleza polida e hipnotizante. Apresentando uma borboleta em latão, coberta em folhas de ouro de alto brilho, a peça, que funciona como armário, possui nove gavetas e duas prateleiras de vidro ajustável.

22. Targa Lounge, GamFratesi

GTV_ TARGA_design GamFratesi_4

O novo conceito de conforto projetado por pela GamFratesi – duo de designers dinamarqueses Stine Gam e Enrico Fratesi – deu origem ao Targa. O conjunto de poltronas e sofás se encaixam perfeitamente na atmosfera íntima de ambientes residenciais, trazendo um ar casual e elegante.

 

LINHAS SIMPLES

Tecer luxo e delicadeza foi o elemento fundamental destas peças, que prezaram pela simplicidade e requinte.

23. Sign, Filo

sign-filo-sedia-design5

A bela e cintilante cadeira de arame de aço é uma combinação perfeita entre design e artesanato. Com diferentes diâmetro e acabamento brilhantes – como ouro, cromo e rosa –, a peça é delicada e requintada.  O processo de criação evoca a antiga técnica de ourivesaria de filigrana, na qual são soldados fios finos de metais preciosos.

24. Tracing Identity, DeCastelli

DeCastelli_2_POLIFEMO

A italiana De Castelli trouxe ao fuorisalone a coleção “Tracing Identity” de produção completamente realizada por mulheres. A marca utilizou de forma delicada e emotiva o potencial do metal, distorcendo a ideia de que o elemento é frio e não comunicativo.

 

Décor em cores, por Cibele Parreiras

Cibele Parreiras – formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará, em 1997 – é habituada a passear pelas diversas searas da profissão, reunindo em seu portfólio projetos residenciais e comerciais. Aproveitamos sua expertise para colher algumas dicas fundamentais na hora de compor o décor, como o uso das cores e seus significados.

“A inspiração decorativa é algo que nunca é demais, não é verdade? Precisamos estar  em constante busca de novas  e renovadas ideias. As mais especiais, precisamos colocar em prática e passarmos para as outras pessoas” – afirmou a arquiteta. Nós, claro, concordamos, e aproveitamos para compartilhar com você.

Preto e branco

O preto e o branco são tons clássicos que nunca ficarão esquecidos na decoração. Sabendo utilizá-los da forma correta pode-se conseguir resultados surpreendentes. Esses tons se encaixam perfeitamente entre si e com quase todas as cores luminosas e pasteis, além de trazerem elegância e sobriedade ao espaço.

O p&b dá o tom deste décor contemporâneo de aura minimalista, assinado pela E15.
O dual contrastante se alia ao dinamismo do padrão geométrico, por Emmemobili.
  • Verde

O verde possui várias tonalidades que podem proporcionar sensações diferentes às nossas casas. E contrariamente a muitas das ideias preconcebidas, ele pode combinar muito com outras cores, como o azul.

Verde turquesa = surpreendente: é uma cor viva, que deve ser utilizada, claro, em toques ou sobre uma só parede de um espaço.

 Verde menta = revigorante:  este tom tem uma intensidade média, bastante viva, que é ideal principalmente para lugares de passagem com as entradas da casa ou dos corredores.

 Verde água = tranquilizante: uma das características que mais gosto deste tom de verde é a paz que transmite, criando espaços envolventes.

Verde-escuro = com precaução: o verde-escuro é um tom original, mas o seu uso é delicado por isso devemos utilizá-lo com precaução.

Verde anis = refrescante: Esta cor é muito refrescante, mas pode chegar a cansar se usado em grande quantidade num ambiente. Cor muito alegre, ideal para o quarto das crianças.

Verde colorindo as paredes, no living assinado pela Arketipo.
O frescor das folhagens divide a cena com as pinceladas de verde na tela e na poltrona da Brabbu.
Em tonalidade mais cítrica, no ambiente multifuncional (quarto e home office) da CLEI.

Amarelo

É uma cor que adiciona calor e vitalidade ao lar. Graças às suas múltiplas tonalidades, é possível utilizar este calor em quase todas as peças da casa. O amarelo alegra, anima, dá luz e energia, irradia vida, etc. Você pode dar alegria ao seu lar com a força do amarelo.

A cor amarela dá luz às divisões e torna-as mais luminosas. Por isso, aconselha-se sua utilização nas peças mais sombrias da casa. Além de dar luz, também adiciona profundidade, dando uma maior sensação de amplitude aos quartos.

O amarelo empresta energia ao living da Bruhl.
Em detalhes e na companhia do cinza – o novo neutro da vez -, no quarto assinado pela Euromobil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquitetas cearenses falam sobre os destaques do Salão do Móvel de Milão de 2016

O Salão do Móvel de Milão deste ano deu o que falar, atraindo, com as muitas novidades e tendências apresentadas pelos grandes nomes do design, a atenção dos milhares de visitantes que passaram pelos pavilhões da feira e dos Fuori Salone, salas de exposição que acontecem nos bairros adjacentes. Alguns arquitetos cearenses foram conferir as tendências.

A arquiteta Inês Sobreira, que trabalha com o marido Ricardo Braga, esteve presente no evento e ressalta desde a estrutura das peças até as padronagens.

“Na composição, os móveis estão vindo com uma predominância de tubos metálicos bem finos em sua estrutura, o que deixa a peça bastante delicada. Nas estampas, as geométricas ficam em destaque. Elas estão nos móveis, nos estofados e até nas cortinas. O mármore, principalmente o Carrara na cor branca, também está em alta. Ele sai dos tampos e vai para todo o móvel, surgindo até nas portas dos armários de cozinha, por exemplo”, analisa.

Quem também marcou presença no evento foi Dora São Bernardo. A arquiteta destacou algumas tendências, a exemplo presença dos metálicos como um clássico.

“Algumas coisas me chamaram a atenção, como a presença dos metálicos em bronze, cobre e dourado como os novos clássicos. Eles fazem a função que o preto fazia há alguns anos e neutralizam o ambiente em diversas peças. O uso do couro também se destacou, sozinho ou na companhia de outras cores e texturas”, afirmou Dora.

Além dos características físicas dos móveis, Dora exalta as peças elevadas ao status de obras das Artes Plásticas. “Algumas específicas, como o aquário feito pelo irmãos Fernando e Humberto, do Estúdio Campana, foram transformadas em objetos de arte. É uma beleza que vai além do funcional”, explica.

Veja algumas peças destacadas pelas arquitetas:

Navegar