NoIndex Link

Feliz Casa Hygge

0


Embora o conceito seja dinamarquês, hygge é uma palavra de origem norueguesa que significa bem-estar e refere-se a um estilo de vida ancorado na ideia de se contrapor ao clima gélido dos países nórdicos. Uma busca por criar uma atmosfera calorosa e acolhedora dentro de casa, focando mais em proporcionar sensações de felicidade e harmonia que criar propriamente uma identidade visual. Não somente uma definição, é uma escolha por viver sempre com uma atitude otimista, que sugere desacelerar o ritmo e apreciar os pequenos prazeres que nos cercam.


Visualmente, o estilo se faz notar pelo uso de elementos naturais, tons de neutros, em especial o branco e o madeirado, e a valorização da luz natural, com grandes aberturas de vidro que trazem os raios solares como um complemento ao ambiente.


O mobiliário é pautado em uma elegância simples, na qual o minimalismo e o design afetivo criam um aspecto pessoal e envolvente. Combine móveis com linhas limpas, materiais naturais e o branco a cores quentes ou pastel-matizados. Decorar a casa com flores e velas, com destaque para as aromatizadas, de maneira despretensiosa também valoriza a proposta e contribuem para trazer sensações agradáveis.


Texturas macias e elementos artesanais são outros itens aplicados ao conceito, que prioriza a busca por conforto tanto nos espaços sociais quanto nos íntimos. Sem uma espécie de manual rígido, o estilo busca alcançar o aconchego e o bem-estar, agregando a identidade do morador em cada aspecto da composição. O resultado é uma ambientação emocional que deixa claro a intenção da proposta: sentir-se feliz em casa.

ESPAÇO COM IDENTIDADE. O ambiente, então, deve transmitir sensações agradáveis, como a sala na imagem, da Hübsch, onde a combinação da madeira, fibras naturais e cores claras evidenciam o caráter mais intimista do conceito.


Acima, o uso de plantas e flores, além dos pendentes, utilizados de forma despretensiosa, cria o clima de aconchego, quebrando o tom frio da paleta em cinza. O mobiliário em linhas simples, da Hülsta, ganha a companhia da madeira e de objetos pessoais, dando um toque “mais pessoal”. Em ambos ambientes, o moderno se mescla ao rústico, deixando claro que o objetivo é garantir a harmonia do espaço, sem precisar seguir necessariamente regras fixas de composição.


CLARIDADE À TODA PROVA. Seja no estar, seja no quarto, o estilo dá vida aos ambientes. Portanto, tudo que for soft é muito bem-vindo! Na sala acima, da Hülsta, a madeira in natura, a pele e as peças feitas à mão dão significado original à composição.

Aqui, o décor prioriza o essencial. O branco da base e a luminosidade natural são aquecidos pela madeira no piso e a cadeiras em couro, da Hülsta. O toque do arranjo floral e o compartilhar de uma boa taça de vinho com alguém querido fecha o sentido do conceito e, por que não, da vida.

Compartilhe.

Deixe Uma Resposta