NoIndex Link

O novo bege

0

Neutro por excelência, o cinza é um clássico atemporal que favorece todos os estilos, criando ambientes sóbrios, modernos, aconchegantes e de forte personalidade. A versatilidade do tom permite várias composições com outras nuances e até mesmo versões monocromáticas, podendo ser incorporado a qualquer recanto da casa.

Cinza versátil. O cinza não tem limites. Pode ser incorporado a diferentes estilos de decoração e se aliar a diversas tonalidades e matérias-primas para alcançar resultados inesperados. Em diálogo com a madeira, o matiz promove sensações de bem-estar e serenidade, bem-vindas em diversos cômodos da casa, das áreas de convivência à ala íntima. No ambiente acima, assinado pela Tonin Casa, o tom frio é aquecido pelo uso da madeira no piso e no mobiliário, em linhas contemporâneas e cheias de movimento.
Aqui, o cinza tinge paredes e teto, funcionando como base neutra para destacar o mobiliário em madeira natural, da Cattelan Italia, enquanto o imponente lustre de cristal finaliza a proposta com um toque de requinte.

Dual com preto. Além de neutro, o cinza é corajoso e enigmático, contemporâneo e versátil – características evidenciadas na companhia do preto, com quem a cor forma uma de suas mais elegantes composições. No living, assinado por Carlos Otávio, o diálogo entre o cinza glacial das paredes e o preto do mobiliário, que vai do clássico ao contemporâneo, garante uma atmosfera sóbria, calma e moderna, onde os itens de design e as obras de arte são os grandes protagonistas.

Neutro com personalidade. As variações de cinza são o hit do momento para compor uma base neutra, elegante e atemporal, que pode facilmente dar vida a outros tons e ser o pano de fundo ideal para destacar peças de efeito. O tom pode ser incorporado às paredes, vestir o mobiliário ou tingir os itens de decoração, numa estratégia surpreendente e encantadora de refinar os espaços. Neste espaço, o cinza é protagonista das composições da Tonin Casa, que tira partido do tom para ressaltar o vermelho intenso e a madeira de seu mobiliário elegante, criando uma ambiência bem contemporânea.

Já nesse ambiente, a marca segue a mesma linguagem estética, adicionando ao espaço um leve toque metálico e a clássica padronagem em pied de poule, nos tapetes.

Neste recanto, o móvel ganha um rico trabalho na madeira, criando um jogo harmonioso de formas e texturas com o papel de parede arabescado, no tom cinza.

Equilíbrio dos contrastes. O cinza está entre o preto e o branco,
portanto também é neutro e atemporal, assegurando elegância e beleza aos ambientes. Do ponto de vista da psicologia, o cinza é a cor do compromisso e do bom senso, já que está entre duas outras cores contrastantes. Expressa calma e compostura, além de ser o equilíbrio perfeito para estabelecer uma conexão entre passado e presente por meio da fusão dos estilos clássico e contemporâneo. A exemplo desta área social projetada por Rafaela Carvalho e Mayara Melo, em que o cinza sólido da base ganha tempero contemporâneo com pinceladas de preto, de branco e acabamentos metalizados. O layout aberto permite que o olhar percorra livremente as gradações de cores e o contraste luxuoso de estilos, numa estratégia de bom senso e harmonia.

Compartilhe.

Deixe Uma Resposta